PLANTA BAIXA * HUMANIZADA * O que é? Como fazer?

como-fazer-uma-planta-baixa-humanizada-maqueteseletronicas.com
      Imagem: Alek Stanojevic
planta-baixa-humanizada-o-que-é-como-fazer-programas-para-fazer-planta-baixa-humanizada
      Imagem: Bender 3D

Planta baixa Humanizada


O que é uma planta baixa humanizada?


É uma forma de representar projetos arquitetônicos, em especial a planta baixa, usando cores, teuxturas, móveis e decoração com o objetivo de facilitar a compreensão do cliente em relação ao projeto.

A planta baixa humanizada propicia um melhor entendimento do projeto arquitetônico, tornando-o mais legível e atraente.

Apresentar um projeto apenas com os desenhos técnicos nem sempre fará com que o projeto seja entendido por completo.

Os desenhos arquitetônicos técnicos (plantas baixas, cortes, fachada), embora sejam suficiente para o entendimento do próprio arquiteto, assim como dos desenhistas, empreiteiros, engenheiros, ou seja, dos que já trabalham na área, nem sempre são compreendidos da mesma forma pelo cliente final.

Por mais que o desenho esteja impecável, respeitando a hierarquia de linhas, layers, espessuras, hachuras (preenchimento), nem sempre consegue demostrar ao cliente de forma precisa a intenção do projeto.

O cliente, em especial os mais leigos, geralmente possuem dificuldades de entender o emaranhando de linhas e informações contidas num projeto, no caso,  na planta baixa.

Uma ótima solução para resolver este problema é humanizar as plantas, não apenas disponibilizando os móveis no próprio projeto técnico, mas usando de recursos como, cores, texturas, objetos realísticos e iluminação.

Pode-se fazer isso desenhando e colorindo manualmente ou usando programas de computador como:

* Auto CAD
* Corel Draw
* Illustrator
* Photoshop
* Programas online
* Programas 3D

Neste artigo abordaremos, em especial, as  plantas baixas feitas em softwares 3D, que possibilitam mais flexibilidade e recursos para fazer uma planta baixa humanizada mais realista.

Porém, veremos exemplos de todos os tipos listados acima para identificar as diferenças de qualidade e realismo que cada um pode proporcionar.

Então, leia até o final e fique por dentro de como fazer uma planta baixa humanizada e qual das opções se encaixa melhor em suas necessidades.


Como fazer uma planta baixa humanizada?


Como mencionado acima, existem várias opções para fazer uma planta humanizada. Pode ser feita à mão livre ou usando softwares que facilitam o trabalho.


* Como fazer uma planta baixa humanizada manualmente


Como o termo já diz, o processo é manual através do desenho feito com lápis grafite, lápis de cor, canetas hidrocor, caneta nanquim dentre outros.

como-desenhar-uma-planta-baixa-a-mao
     Imagem: Malcolm Begg

Ao invés de desenhar todo o projeto em planta baixa, é mais prático imprimir uma imagem da planta, sem maiores informações como cotas, símbolos e descrições. Apenas paredes e móveis.

Ou somente as paredes caso queira desenhar os móveis também.

Feito isso, o processo tende a ser simples, porém trabalhoso.

É necessário desenhar tudo o que não foi impresso, e que é necessário, e logo após colorir.

É importante que os lápis estejam bem apontados para que se tenha precisão ao colorir.

Colorir diretamente com caneta hidrocor nem sempre é a melhor opção, já que elas permitem um traçado uniforme e intenso, dificultado as nuances, texturas e sombras.

O ideal seria colorir com lápis e usar as canetas hidrocor apenas para reforçar contornos ou para realçar detalhes.

Com os lápis coloridos, e uma certa técnica, pode-de mesclar cores, e com isso criar volumes e texturas, além de conseguir um maior controle quanto a intensidade da cor em cada objeto.

Algo que pode dar mais vida ao desenho é, assim como no projeto técnico, manter uma hierarquia nos traçados e até mesmo nas cores.

Objetos que estariam mais altos em relação ao chão, como uma mesa, por exemplo, teria seu contorno mais forte, assim como as cores.

Um tapete, por estar abaixo da mesa, por exemplo, receberia uma contorno mais suave e cores menos acentuadas.

Isso valeria para todo o desenho.

Quanto mais próximo a visão, mais intensos e com cores mais acentuadas,  por outro lado, quanto mais distantes, traços mais leves e cores mais amenas.

Com isso se consegue criar uma certa profundidade no desenho e, consequentemente, tornando-o mais interessante, assim como legível.

Estipular uma determinada iluminação, de modo a projetar sobras, também ajuda a tornar o desenho mais atraente.

Mas é preciso cuidado com as sombras. Elas precisam ser mais amenas do que as linhas mais levez que forem usadas, ou seja, as sobras não podem competir com os traços e com o desenho no geral.

Durante muito tempo, antes da disseminação dos computadores, esta era a técnica amplamente utilizada e através dela verdadeiras obras de arte eram criadas.

Porém, com a popularidade e facilidades proporcionadas pelos computadores, além da facilidade, desenhar ou colorir os projetos manualmente pode-se dizer que é algo raro.

O fato de não ser mais muito usado pode ser aproveitado de modo a tornar seus desenhos e, em especial, suas plantas baixas, extremante exclusivas e originais.


como-fazer-uma-planta-baixa-humanizada-e-colorida-a-mao
     Imagem: Maria Coelho


* Como fazer uma planta baixa humanizada no Auto CAD


planta-baixa-humanizada-no-autocad-maqueteseletronicas.com
            Imagem: Bender 3D

Sim, é possível colorir e humanizar a planta baixa direto no Auto CAD usando de recursos como hachuras (preenchimentos).

Isso facilita um pouco o processo pois  todo trabalho, desde a criação da planta como a finalização, ocorrem dentro do mesmo programa.

Apesar dessa finalização ocorrer com o auxílio do computador, o que sempre acaba garantindo um acabamento mais profissional e, principalmente, mais ¨limpo¨

Mesmo assim, não acho que seja o modo mais adequado para isso, inclusive, acredito que a própria finalização da planta baixa sendo colorida à mão, tende a dar resultados mais satisfatórios.

Ao colorir a planta no Auto CAD, se encontra empecilios como os mencionados nas plantas humanizadas manualmente quando coloridas apenas com canetinhas hidrocolors.

No Auto CAD  também o preenchimento é bastante uniforme dificultando a representação de volumes, mesclagem de cores e criação de sombras.

Ainda que a ferramenta do Auto CAD ¨hatch¨(hachura - preenchimento) possibilite preencher formas com degradês, o resultado é bastante artificial.

A finalização da planta no Auto CAD, de modo a torná-la humanizada, teria um melhor resultado se feita no modo 3D que o programa oferece.

O ponto negativo dessa alternativa é que programas como o 3Ds Max e Sketchup, por exemplo, permitem um fluxo de trabalho em 3D mais flexível e prático.

O Auto CAD, diante dessas novas opções em termos de modelagem 3D, torno-se quase que obsoleto neste sentido, ainda que seja possível usá-lo para modelagens, principalmente arquitetônicas, mecânicas e de formas menos orgânicas.

Como o objetivo deste artigo é, principalmente, comentar sobre as formas de se produzir plantas baixas humanizadas, e como o Auto CAD propicia isso, ele consta nesta lista, ainda que não seja a forma mais prática de se fazer isso.

O mais aconselhável é usar o Auto CAD para gerar os desenhos técnicos do projeto.

O que geralmente ocorre é usar a planta baixa feita no autocad apenas como  base para colorir manualmente ou como gabarito para modelar em 3D em outro software, como 3Ds Max e Sketchup, além de tantos outros.

De qualquer modo, a planta humanizada no Auto CAD tenderá a ficar com um aspecto mais técnico, o que pode ser interessante e até desejável em certas situações.

planta-baixa-umanizada-no-autocad-maqueteseletronicas.com
                    Imagem: Bender 3D
                 

* Como fazer uma planta baixa humanizada no Corel Draw / Illustrator / Photoshop


Podemos incluir no mesmo tópico o Corel Draw, Illustrator e Photoshop pois ambos seguem a mesma linha de raciocínio e o processo é semelhante.

Basicamente consiste em importar o desenho da planta baixa feita no AutoCAD ou em qualquer outro programa como Revit e ArchiCAD.

Tanto no Corel, como no Illustrator e Photoshop essa planta importada será pintada ou será aplicado uma textura que simbolizará o piso.

As paredes podem ser pintadas também para que se destaquem em relação ao restante, delimitando bem os ambientes e o perímetro da planta.

Após isso, são inseridos imagens recortadas de móveis e objetos de acordo com a posição dos móveis planejada.

O processo se torna mais simples e efetivo, porém, vai depender dos objetos que serão inseridos.

Pra que realmente se consiga produzir a planta baixa humanizada com mais facilidade e rapidez, é importante já contar com uma biblioteca de objetos que serão selecionados e inseridos na planta.

Caso contrário, será preciso baixar modelos já recortados, que podem ser encontrados na internet de forma gratuita ou bibliotecas de objetos que precisam ser compradas.

Ainda existe a opção de encontrar fotografias com os objetos desejados que estejam numa posição adequada, ou seja, vistos de cima,  e recortá-los e após inseri-los. 

Nesse caso o processo começa a ficar mais trabalhoso e mais demorado.

Avantagem desse método é que os objetos uma vez recortados podem ser salvos numa pasta e assim formando uma biblioteca de objetos exclusiva que poderá ser usada em trabalhos posteriores.

As plantas feitas dessa maneira podem ficar extremamente bonitas e convincentes, além de proporcionarem um aspecto bem profissional.

Assim como nas plantas baixas humanizadas feitas manualmente, o resultado vai depender do cuidado com que são feitas além do capricho e dedicação para que os elementos passem uma certa naturalidade.

A questão do capricho e dedicação é algo que deve existir não só neste caso, mas em todos os casos, seja no desenho feito à mão, AutoCAD, Photoshop e qualquer outra forma de produção.

Isso, obviamente, se a intenção for produzir plantas baixas humanizadas atraentes e que realmente façam a diferença na apresentação.

Abaixo temos alguns exemplos de plantas baixas humanizadas feitas no Corel Draw, Illustrator e Photoshop, respectivamente:


Corel:
planta-baixa-humanizada-no-corel-draw
                        Imagem: encore resort homes


Illustrator:
planta-baixa-humanizada-feita-no-illustrator
                        Imagem: cougar homes


Photoshop:
planta-baixa-humanizada-heita-no-photoshop
                   Imagem: Aishwarya Binani

Os resultados, em termos de aparência, são semelhantes, mas sempre vai depender de cada artista e da dedicação e capricho quanto à produção da planta baixa humanizada.

De qualquer maneira, não resta dúvida que, para o cliente, apresentações como estas já dão uma ótima noção sobre a proposta do projeto. 


* Como fazer uma planta baixa humanizada online


Existem alguns sites na internet que permitem a produção de plantas baixas humanizadas online.

Em muitos casos não é preciso baixar programas e tudo é feito direto no site.

Nem sempre tudo é de graça. Existem limitações em alguns casos como, alguns recursos indisponíveis, limitação quanto ao tamanho da imagem na hora de salvar o desenho, marca d`água nas imagens e coisas do tipo.

Mas não deixa de ser uma ótima forma de fazer suas plantas humanizadas, principalmente se o objetivo é pessoal, por exemplo, testar móveis em diferentes posições, mudanças de ambiente etc.




O site Floor Plane é interessante e nele pode-se criar plantas baixas humanizadas facilmente.

Oferece vários recursos, uma biblioteca com inúmeros objetos, móveis e materiais.

Além da planta baixa é possível ver o  projeto em 3D no estilo planta perspectivada, além de imagens internas do ambiente criado.

O site disponibiliza o modo DEMO (demonstração) onde pode-se ter acesso a praticamente todos os recursos porém existem algumas limitações e só é possível salvar o desenho em formatos pequenos e com baixa resolução.

Porém, assinando um dos vários planos de acesso que o site diponibiliza é possível ter acesso a recursos mais profissionais incluindo até passeios virtuais.

planta-baixa-floor-planner




Geralmente os sites disponibilizam formas de criar suas plantas baixas, plantas perspectivadas e imagens do projeto de forma parecidas.

O Mooble também permite a criação de imagens ambientadas e humanizadas de forma prática e intuitiva.

Um detalhe interessante é que você mobília suas plantas baixas e ambientes com móveis reais, que existem no mercado, e pode orçar o projeto após a conclusão.

Apesar de disponibilizar as ferramentas para que você crie seu ambientes gratuitamente, existem limitações quanto ao uso de certas ferramentas e recursos assim como para salvar a imagem do projeto feito.

Mesmo assim, é uma ótima opção para dar vida aos projetos.

planta-baixa-mooble



PLANNER-5D-PLANTA-BAIXA

O Planner 5D oferece recursos semelhante aos sites citados acima.

O site disponibiliza ferramentas e recursos para iniciar o projeto do zero ou começar baseado em formas existentes.

Como os outros, é possível colorir, mobiliar, texturizar e visualizar o projeto em 3D.

Existem mais recursos que, obviamente, são pagos, mas a versão gratuita já é o suficiente para criar, não só plantas humanizadas como perspectivas, tanto internas como externas.

Vale a pena conferir e testar os recursos do Planner 5D.

PLANNER-5D-PLANTA-BAIXA-plantas-humanizadas


Estes foram apenas alguns exemplos.

Existem outros sites que permitem a criação de plantas baixas humanizadas, plantas perspectivadas e até imagens internas e externas de ambientes.

Como foi dito, apesar de poder criar seus desenhos e projetos, geralmente existem algumas limitações.

Mas os planos de acesso a todos os recursos e ferramentas não são muito caros.

Talvez algum deles atenda suas necessidades e colabore para que você apresente seus projetos de forma mais atrativa.


* Como fazer uma planta baixa humanizada em 3D


como-fazer-uma-planta-baixa-humanizada-3D-maqueteseletronicas.com
                 Imagem: Bender 3D

Outra forma de fazer planta baixa humanizada é através de softwares 3D como:

* 3Ds Max
* Sketchup
* Blender
* Cinema 4D


Ao contrário do Auto CAD, como dito anteriormente, estes programas permitem maior flexibilidade e facilidade em termos de modelagem.

Com a aplicação de materiais, texturas e iluminação, além de outros efeitos, é possível tornar as plantas humanizadas ainda mais atraentes e realistas.

Neste caso também a inserção de objetos como móveis e decoração, será através de blocos em 3D que você disponibiliza no projeto, como camas, sofá, mesa, cadeiras etc.

Este processo coincide com o modelo de trabalho que foi comentado mais acima sobre as plantas humanizadas feitas no Corel Draw, Illustrator e Photoshop, no sentido de que você precisará ter acesso a uma biblioteca de objetos prontos.

Caso não tenha, a opção é baixar modelos prontos e você pode encontrar os mais variados modelos, com qualidade, gratuitamente em alguns sites na internet.

Também há a opção de comprar bibliotecas de objetos modelados e já texturizados para aplicar nas plantas. Geralmente são vendidos em packs, ou seja, um conjunto de objetos 3D com características em comum.

Por exemplo:

Um pack de camas, onde contém diversas camas no mesmo pacote.
Pack de sofás, plantas, cadeiras, objetos de banheiro, cozinha e assim por diante.

Em alhuns casos os objetos já vêm configurados formando um determinado ambiente, como uma cozinha, sala de estar, dormitórios etc. Nesse caso, ainda que venham configurados de modo a compor um ambiente, dificilmente se encaixará exatamente no seu ambiente, o que necessitará de ajustes em termos de disponibilização dos móveis e objetos.

Ainda assim, é um processo bastante prático e rápido.

É possível também modelar em 3d  seus objetos, móveis, criar seus próprios materiais e texturas e, além de aplicá-los na planta baixa, podem ser salvos, sendo que, assim, você começa a criar sua própria biblioteca de objetos particular e exclusiva.

Dependendo da qualidade dos objetos modelados, pode-se formar packs que poderão até ser vendidos posteriormente.

Ainda que todas as  soluções que vimos até agora para fazer plantas baixas humanizadas sejam efetivas e, cada qual, de acordo com suas peculiaridades, pode-se chegar em resultados bonitos e interessantes, vejo esta última forma, através do uso de softwares 3D, a mais adequada e que gera os melhores resultados.

Uma mesma planta baixa modelada e decorada, poderá servir para dois tipos de apresentação, mediante alguns cuidados:

Pode-se produzir e gerar plantas baixas humanizadas, ou seja, vistas de topo, como o exemplo abaixo:

como-fazer-planta-baixa-humanizada-maqueteseletronicas.com
     Imagem: Bender 3D

Essa mesma planta poderá ser vista de forma perspectivada, criando uma visualização e, consequentemente, uma imagem, extremamente interessante, como na imagem abaixo:

como-fazer-uma-planta-baixa-humanizada-perspectivada-maqueteseletronicas.com
     Imagem: Bender 3D

Esta segunda opção, a planta baixa perspectivada, vem sendo bastante solicitada pois torna a apresentação ainda mais impactante.

A grande vantagem de fazer num programa 3D é que se tem, com um simples movimento de câmera, as duas opções, a planta baixa humanizada vista de topo, e a planta perspectivada.

Poderíamos avançar em termos de possibilidades e concluir que, além das plantas baixa e perspectivada, com base no que foi modelado em 3D, facilmente pode-se conseguir outro tipo de visualização do projeto, mediante alguns ajustes, que seria uma vista interna do ambiente.

Deste mesmo projeto visto acima, do qual, após a modelagem em 3D, texturização e iluminação, foi gerada a planta baixa humanizada vista de topo e a planta perspectivada, foi possível gerar uma terceira imagem como no exemplo abaixo:

maquete-eletronica-planta-baixa-humanizada-bender-maqueteseletronicas.com
     Imagem: Bender 3D

Obviamente  que neste terceiro caso alguns ajustes forma necessários, principalmente quanto às paredes que foram alongadas até o tamanho correto, de acordo com o pé direito (altura entre o piso e o teto).

De qualquer modo, o processo foi simplificado e agilizado  pois tudo foi feito em cima da planta baixa humanizada inicial.

E pode-se ir ainda mais além. A partir desse mesmo modelo, que se iniciou lá na planta baixa, além destas três opções acima, pode-se criar visualizações em 360º e ¨fly through¨ (animação onde a câmera percorre o ambiente).

Ou seja, ao criar seus modelos e projetos em 3D, em softwares como o 3Ds Max, por exemplo, o trabalho pode ser desmembrado e ir muito além da planta baixa humanizada, coisas que nenhum dos outros processos que vimos anteriormente possibilitam. 

Veja abaixo o vídeo e tenha uma noção do processo de criação de uma planta baixa humanizada em 3D:




Conclusão


Como foi visto, existem diversas formas de fazer uma planta baixa humanizada e tudo vai depender das suas necessidades, conhecimentos técnicos sobre desenho feito à mão ou conhecimentos e domínio sobre softwares.

Todas as técnicas e processos vistos acima são válidos e, com capricho e dedicação, qualquer um deles pode surtir efeitos interessantes de modo a valorizar seus projetos.

Caso tenha dúvidas ou sugestões, é só comentar que todos os comentários serão respondidos.

Até mais e obrigado pela visita. 

Se gostou e quer continuar recebendo dicas e informações, inscreva-se!






Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

comentários